quinta-feira, 25 de março de 2010

FASES DA AGRICULTURA TAQUARITUBENSE

A agricultura taquaritubense teve cinco fases, isto é, teve predomínio de uma cultura ou criação. Nas últimas duas fases  a diversificação de  culturas e criação de animais foram determinantes para que o agricultor continuasse a produzir no município apesar da falta de incentivos econômicos. Não houve um êxodo rural pronunciado, pois as propriedades agrícolas do município ficam pouco distantes da cidade (no máximo 12 km) o que também concorreu para a permanência do agricultor no campo.

Fases
1a.Fase do milho-porco, com a predominância de milho plantando com “matracas" sem arar (plantio direto primitivo) até 1969.

2ª. Fase do desmatamento, do plantio de milho e de feijão intercalar ao milho, cereal este que era usado para criar e engordar porcos, tipo banha, até 1972.

3ª. Fase do algodão e burro-mecanização: quando o algodão era cultivado com animais, pulverizados a mão e com animais, colhidos a mão até 1977.

4ª. Fase da diversificação total e mecanização até 2000: período em que o feijão foi a cultura principal, mas plantava-se soja, café, laranja, bicho da seda, tomate rasteiro, legumes, ervilha seca, laranja, batata, palmito, gado de leite e de corte, suínos e produção de hortaliças em ambiente controlado (estufas), como explorações agropecuárias. Após 2001 a diversificação de cultura continuou sendo que o feijão era a principal cultura; além do cultivo de milho, soja, café e citrus, e criação de gado de corte, criação de peixes.

5ª. Fase de Tecníficação: com predominância da cultura do feijoeiro. De 2001 em diante ocorreu a modernização e tecnificacão da agricultura, principalmente da cultura do feijoeiro que em 2005 teve a colheita mecanizada totalmente.
A tecnificação implica melhoria da adubação e calagem; uso racional de máquinas e equipamentos; manejo e controle de pragas e doenças das culturas e dos animais; melhoria do preparo do solo e início do plantio direto; plantio e manejo de pastos para a criação de animais econômicos; etc

As culturas econômicas e criação de animais no município alcançou os maiores níveis de produtividade que nunca se pensou nas últimas décadas do século XX.

Um comentário:

  1. Meu amigo,

    Estou perfeitamente de acordo com a ordem cronologica das fases da agricultura de Tarituba, bem definida por voce. Mas entendo que anterior a esse delineamento é justo que se deixe clarificado que a Agricutura no municipio de Taquarituba se divide, primeiramente, em duas etapas bem distintas antes e depois da chegada do Agronomo José Norival Augusti.

    Miguel Chibani

    ResponderExcluir