segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

A política agrícola Ademarista nos anos sessenta

Na eleição para governador de 1962/63, o engenheiro agrônomo regional da Casa da Lavoura de Taquarituba Osvaldo Castelucci recebeu um telefonema noturno do Chefe de Gabinete do então Secretário da Agricultura comunicando-lhe que seria encaminhado á Casa da Lavoura um conjunto de tratores que deveria desfilar pela cidade e ficar na repartição até o final das eleições. Deveria então ser dito a todos que as máquinas e equipamentos (tratores, arados e grades) ficariam na cidade para preparar terras para os agricultores do município. Mas dias depois do desfile deveria providenciar reservadamente a remessa dessas máquinas e equipamentos de volta ao Dema (Departamento de Mecanização Agrícola). Foi o que aconteceu. Osvaldo Castelucci conta que, para não criar problemas com os agricultores e evitar a animosidade dos políticos e lideranças locais saiu da cidade, só voltando após as eleições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário