quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Associação dos Pais e Amigos do Excepcional

É uma associação de pais de alunos de crianças excepcionais que funciona na Rua Itapetininga, 128. Essa instituição foi fundada em 14 de setembro de 1978, sendo sua primeira presidente Terezinha Pavan.


Funcionou em prédios alugados, tendo sua primeira sede localizada na casa de Maria Helena Gomes.

Uma lei foi criada em 1992 para oficializar a Apae no município.

No início, o transporte dos alunos excepcionais era feito pelo vereador Luiz de Oliveira, que foi seu primeiro presidente. Ele conseguia a doação de alimentos junto aos agricultores para garantir o sustento dos alunos.

Em 1999, os alunos excepcionais eram atendidos por uma equipe multidisciplinar na Rua Campos Salles, 266. A partir de 2000 passaram a ser atendidos na Rua Mal. Deodoro da Fonseca, depois na Rua Carvalho Pinto, 786 e por fim na Av. 9 de julho, 108. No final de 1999, na administração Lourenço Custódio, foi inaugurada a sede própria, na Rua Itapetininga, 128.

Foram presidentes da Apae: Terezinha Pavan (1978); Luiz de Oliveira (biênio 1979/80); Joaquim Camargo de Souza (1981/82); Benedita Alves Marcolino (1983/84); João Rodrigues de Almeida (1987/88), Manoel Agostinho de Campos (1987/88); Arminda Carolina Cardoso (1989/90); Therezinha Neide H. Pavan (l991/93); Roseli de Barros Ferreira (1993/94); Sérgio Siciliano (1994/95); Sebastião Carlos Rodrigues (1995/96); Georgina Costa de Oliveira Silva (1997/98); Valdemar Soldeira (1998/99); Geraldo Aparecido Rivera (1999/2000); Maria Florida F. Fonseca (2001/03); Eliana Regina Vieira (2004/05).

Na gestão de 2005, a presidente era Eliana Aparecida Vieira; a secretária, Rosângela Vieira da Silva e a nutricionista voluntária Maria Cardoso. Dezoito professores integravam o quadro de instrutores, que assistiam a 119 alunos excepcionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário