segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Teatro Municipal de Taquarituba

Em 1997, Marcos Mendonça (PSDB), quando era Secretário da Cultura de São Paulo, sugeriu que Dr. Miderson Milléo (PSDB), então prefeito municipal de Taquarituba, pleiteasse verba para a construção de um teatro usando a Lei Rouanet de incentivo à cultura.
Sergio Mota (PSDB), na época que era ministro das Comunicações, também sugeriu para dr. Miderson usar a Lei Rouanet de incentivo à Cultura para captar recursos e construir um Teatro Municipal. Assim, a vereadora  Elisabete de S. Milleo (Betinha) conseguiu uma verba de $300.000,00 para adquirir o terreno para a construção do teatro e, depois, dr. Miderson conseguiu mais uma verba de $300.000,00 para o desenvolvimento do projeto arquitetônico, elétrico, hidráulico e acústico. O deputado Arnaldo Madeira (PSDB) e o deputado estadual Edson Aparecido (PSDB) conseguiram R$260.000,00 (200+60) através da Secretaria da Cultura e uma contrapartida de $260.000,00 da Prefeitura Municipal de Taquarituba para complementar as obras iniciadas no ano. Com a morte do político Sérgio Motta e a privatização da Telesp, houve novo enquadramento e a captação de recursos passou a ser feita pela “Telefônica” (empresa internacional) na segunda gestão (2001-2004) do Dr. Miderson.



 Essa lei também foi usada por outros 12 doze municípios para apoiar projetos culturais.

O teatro localiza-se no Centro Cultural Lourenço Custódio, entre as Avenidas Nove de Julho e a Coronel João Quintino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário