quarta-feira, 13 de maio de 2009

As jardineiras: o começo do transporte coletivo intermunicipal

A origem da empresa de ônibus intermunicipal “Manoel Rodrigues S.A” da região foi criada por Manoel Rodrigues e está ligada à Taquarituba. Sua primeira garagem funcionava no mesmo local onde a companhia teve início, na Rua Ataliba Leonel 889, e a matriz está estabelecida desde os anos 50 em Avaré.
Segundo moradores antigos, nos anos trinta, os ônibus eram as “jardineiras” que faziam a linha Taquarituba-Itaí-Avaré pela estrada de terra. Quando chovia os ônibus não trafegavam porque a estrada ficava intransitável. Na mesma época o José Machado comprou outra “jardineira” e passou a concorrer com o Manoel Rodrigues. O então prefeito José Penna, amigo do Manoel, comprou a “jardineira” do Machado e a revendeu para seu amigo Manoel Rodrigues, acabando com a concorrência da futura Empresa Auto Ônibus Manoel Rodrigues. Dizem que Manoel Rodrigues e José Machado eram inimigos comerciais e que nunca Machado venderia sua jardineira para Rodrigues.
A linha de Ônibus Proença, que ligou Itapeva à Taquarituba no período de 1940 até 1952, passava pela vila da Turiba, que fica após a Vila da Revolta(Coronel Macedo). Quando não chovia ia até Itapeva. Em 1959 foi vendida pelo Proença para a empresa Manoel Rodrigues que assumiu a linha.
 Contam os taquaritubenses que entre 1950 e 60 Manoel Rodrigues, chamado de “Mané Português”,  cortou a cabine de madeira de seu ônibus para passar por baixo da árvore caída e atravessada na estrada no bairro Serrinha, na estrada antiga para Itaberá, e qual foi sua surpresa quando o ônibus do concorrente, que veio logo após só precisou abrir uma valeta no barro da estrada para passar folgadamente pela mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário