quinta-feira, 23 de abril de 2009

Taquarituba: anotações sobre a administração pública (1988-2000)

Em 1988 foram eleitos o prefeito Lourenço Custódio(PFL-PDS-PFL) e o vice Pedro José de Almeida, com 5.210 votos governando de 1989 a 1992. Venceram o engo agrônomo Antônio Carlos Gabriel e Mansueto Soldeira do PMDB que conseguiram 4.330 votos.
Foram eleitos vereadores: Dirceu Váz(PDS)1º.secretário, Laércio Pinto Gonçalves (PMDB), Cláudio Rodrigues (PMDB), Silvio Augusto Cimatti(PMDB), Md. veterinário Carlos Aparecido de Campos (PMDB), 1º.vice; Jaime Cardoso da Silva (PMDB), e profa. Virginia Mascarenhas de Morais (PMDB), Carlos José Gomes (PMDB) e Isolina Bernardes Cassanho (PMDB), José Custódio Neto (PFL), Suzano Lino Filho (PFL), 2º. Secretário Carlos Francisco dos Santos (PFL),1º vice Luiz de Oliveira (PTB), Abel de Almeida(presidente)(PTB), Aristeu Boaventura Leitão (PTB) e Luiz Balduino da Rocha (PTB).
Em 1989, foi desapropriada pela Prefeitura Municipal uma área de sete hectares no bairro São Vicente para a criação do Cemitério São Vicente. Essa área era parte da herança de Nelson F. de Campos, Leonel Dionizio de Campos e José Dimas de Campos e, após longa demanda judicial de três administrações, em 2004 o Prefeito Md. Dr.Miderson Zanelo Milleo fez acordo para pagamento do precatório de 2004 até 2014.
A Prefeitura Municipal e a Secretaria da Agricultura, através da Casa da Agricultura em convênio assinado em 1989, planejaram e iniciaram o Projeto “Microbacia do Ribeirão do Lageado” com 2712 hectares e 56 agricultores, no bairro do mesmo nome e do Pico. O objetivo deste Projeto era a proteção do solo das propriedades localizadas na micro bacia e das nascentes do Ribeirão do Lageado que abastecia de água a cidade.
Foi também construído um novo Matadouro Municipal para abater animais, através de outro convênio com a Secretaria da Agricultura, em área comprada pela Prefeitura Municipal no bairro Lageado na estrada municipal cidade-Bairro Barreiro a um quilômetro do centro da cidade.
No ano de 1990 a Prefeitura Municipal, em convênio com a Secretaria da Agricultura, sistematizou e “cascalhou” a estrada de doze quilômetros do bairro dos Leites, no limite norte da Microbacia do Ribeirão do Lageado, serviço este realizado com as máquinas da Codasp (Companhia do Desenvolvimento do Estado de São Paulo). A estrada liga a cidade ao bairro da China em Coronel Macedo, passando pelo bairro dos Leites.
Nas eleições de 1992, os candidatos a prefeito Md. Arnon Firmo de Mello (PMDB) e a vice Laércio Pinto Gonçalves (PMDB) foram eleitos com 5.088 votos e tomaram posse em 1993. Venceram Adão Ormi Gomes (PL), engo agro. Antônio Carlos Gabriel (PRN), com 4.654 votos, e Nicanor Camargo (PRP) e vice Roque Joaquim Correa (PRP) com 169 votos. Os vencedores governaram até 31 de dezembro de 1996.
No final da gestão do md. dr. Arnon F. de Mello (PMDB) os jornais da cidade noticiaram que o prefeito vendeu o carro “Chevrolet Monza” modelo 85 para terceiros. Além disso, ele montou uma “vaca mecânica” para produzir leite de soja, mas esta não era de boa qualidade e dava problemas de produção e por esse motivo o leite foi considerado inapetente para o consumo pelos consumidores. Essa máquina, que deveria produzir leite para as mães e as crianças das creches, foi abandonada.
Uma semana antes das eleições na casa do falecido político Artur Vaz, à noite, foi realizada uma reunião dos três candidatos - md. Arnon Firmo de Mello (PMDB), eng. agro. Carlos (Gabriel)Pavan (PFL), e Nicanor Camargo (PDS) – que fizeram acordo para eleger como futuro prefeito Arnon F. de Mello e derrotar o cirurgião dentista Adão Ormi Gomes (PFL), que era cotado até o dia anterior às eleições em primeiro lugar nas pesquisas eleitorais.
Foram eleitos pelos eleitores e pela Câmara os vereadores: Aristeu Boaventura Leitão (PDC) foi Vice-pres. 93/94, pres.95/98), Getúlio Rodrigues (PMDB)(1º.secret. em 95/96), Moacir Rodrigues de Almeida (PSDB), 1º secretário de 93/94, vice-pres. (95/96), Silvio Augusto Cimatti (PSDB) foi Pres.93/94 e 2º. Secret.95/96, Sérgio Rodrigues Nogueira(2º.secret.93/94), Francisco José da Silva, Saturnino Marcelino da Costa (PMDB), e Antônio Lázaro Guarino (PMDB), Maurílio Ap. Gabriel (PSDB), Luiz de Oliveira (PTB) e Abél de Almeida (PTB); Carlos Cecilio de Camargo (PFL), Jaime Cardoso da Silva (PL), José Clovis de Almeida (PTB) e Luiz Balduino da Rocha (PTB). Nessa ocasião o prédio alugado da Câmara ficava na Rua Floriano Peixoto,1487.
Nesta gestão municipal foi construído o Ginásio de esportes da Vila Mendes, em convênio com o governo do Estado, e também foi perenizada com lama de asfalto dez quilômetros da estrada vicinal até o bairro dos Soares que faz ligação com Itaberá e Itapeva SP., passando pelo bairro Medonho Entretanto, esse serviço teve pouca duração devido a baixa qualidade do material utilizado.
O vice-prefeito encarregado do gerenciamento de serviços da Prefeitura Municipal destinou uma área, cedida por particular na margem esquerda do Ribeirão do Lageado, para depositar o lixo da cidade, mas, após reuniões com a Promotoria Pública mudou a área de depósito de lixo para outro local, no mesmo bairro Lageado, ao norte da cidade.
Em novembro de 1995 a Câmara Municipal outorgou o título de cidadão honorário taquaritubense ao João Luizon combatente da Força Expedicionária Brasileira na Itália na 2ª guerra Mundial e ao engenheiro agrônomo José Norival Augusti da Casa da Agricultura pelos serviços prestados aos agricultores durante 35 anos.
No ano de 1996, foi eleito prefeito o médico Miderson Zanelo Milleo (PSDB), diretor clínico do Hospital da Santa Casa, e Dirceu Vaz (PFL) como vice-prefeito (comerciante e diretor de várias entidades assistenciais e sociais) que governaram a cidade de 1997-2000.
Foram eleitos os vereadores e com seus respectivos cargos de direção da mesa da Câmara, nos biênios 97/98 e 99/2000: Moacir Rodrigues de Almeida (PMDB)(Pres.97/98), Jaime Cardoso da Silva(PMDB)(Vice presidente 1997/98), Elizabeth de Souza Milleo (PDT) (1ª secretária 97/98), José Aparecido Veiga (PSB)(1º Secretario 99/2000),José Rodrigues de Almeida(PMDB) 2º secretário em 1997/98 e em 1999/2000, Eros Alonso (PV) Vice-pres.99/2000, Ronaldo Carlos Benini (PSDB)pres.1999/2000, Agostinho Gobbo (PMDB), Aguinaldo Pereira da Silva (PMDB), Antônio Lázaro Guerino (PL), Aparecido Donizeti Ribeiro (PP), Inácio Torres dos Santos (PV), José Aparecido Simão (PSB)1ºsec.99/2000, José Clóvis de Almeida (PMDB), Laércio Pinto Gonçalves (PMDB), Odair Rodrigues de Almeida(PMDB), Ronaldo Carlos Benini(PSDB)(Pres. em 99/2000) e Roque Silva Santos(PMDB). Com o falecimento do vereador Inácio Torres dos Santos(PV), em 1997, assumiu o seu suplente Eros José Alonso (PV)(Vice-pres. 97(?)/2000).
O pároco padre Eugênio Ferreira Lima recebeu o título de cidadão taquaritubense da Câmara Municipal, em 2000, devido ao grande serviço social por ele desenvolvido junto à comunidade.
No final desta gestão a estrada do bairro Medonho foi novamente asfaltada nos dez quilômetros iniciais, desta vez com asfalto de melhor qualidade e perenizado os dez quilômetros após o bairro Soares até a ponte do bairro Medonho, na tríplice divisa de Itaberá, Coronel Macedo e Itaí. Foi também adquirida pela prefeitura municipal uma área no bairro Ribeirão Bonito, as margens da estrada estadual para Tejupá, após aprovação da Cetesb, para colocar o lixo da cidade. Depois, na administração seguinte, essa área foi ampliada para poder conter o aumento do lixo. O plano era montar uma “reciclagem” de lixo regional no local.

2 comentários:

  1. Bom dia..você sabe mais sobra a questão do lixo em Taquarituba?? Meu e-mail: e_rinaldo@hotmail.com
    Aguardo seu cotato,
    Elaine Aluize Rinaldo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Tenho uma correção á fazer, o Sr. Inácio Torres dos Santos, faleceu no ano de 1997 e não em 1999 como está noticiado. Sou filha e com orgulho desse grande cidadão!

    ResponderExcluir