quarta-feira, 4 de março de 2009

Algumas informações históricas sobre a segurança pública em Taquarituba

Em 1886 foi escolhido e nomeado o primeiro delegado de Polícia do Distrito Policial João Inácio Ferraz. A sede da delegacia ficava na Praça São Roque ma esquina da Rua Campos Salles, 520.
No ano de 1936, na delegacia de Polícia que ficava na esquina da Praça São Roque 111. Nessa época, Ataliba Ferraz conhecido como “Fiico” era escrivão de Polícia.
Em 1940 foi policial o soldado conhecido como “Pinta Roxa” quando a delegacia ficava na Rua Floriano Peixoto 829, na esquina Benjamin Constant(Nessa mesma casa morou depois da saída da Delegacia o agrimensor Campacci).
Antes da década de 1950, o Posto Policial ficava na Rua Floriano Peixoto, 830. No final dos anos cinqüenta passou a funcionar na Rua Floriano Peixoto 938. Outros endereços no qual o Posto Policial funcionou foram: esquina da Praça São Roque, 184; na rua Campos Salles,481/483, atrás onde hoje está lotado o Batalhão da Força Pública,com a saída para a avenida Cel.João Quintino; e depois na Rua Floriano Peixoto 916, onde era o antiga Praça dos Expedicionários.
Em seis de janeiro de 1959, assumiram o Posto Policial da cidade o comandante e cabo José Brandino Rosa e mais três soldados. O Cabo atuava em diversas funções, pois não havia carcereiro, atendente e servente na delegacia de policia. No final dos anos oitenta aposentou-se como Tenente.
Na década de quarenta e parte dos cinqüenta os delegados de polícia eram nomeados e conhecidos como “calças curta”[1], sendo o primeiro deles o taquaritubense Pedro Rodrigues (“Juquinha), o segundo foi Trajano Gabriel; o terceiro foi Agenor de Melo; o quarto João Rodrigues e a seguir foram: Francisco Ferreira Gomes, Antônio Neves depois Joaquim “Quintino” de Almeida e, por último, Giácomo Frezatti.
Entre os anos de 1958 e 1960, foi delegado de Polícia o Dr. Rubens Liberattori, que depois foi diretor do Degran (Departamento das Delegacias Regionais de Polícia) em S.Paulo.
Em 1962 era delegado no município bel. Reginaldo Musafera e o escrivão Benedito Sales. O Fórum sede da Comarca era Itaporanga que ficava distante 70 quilômetros por estrada de terra poeirenta e quase intransitável, principalmente em época de chuvas. Em 1964, já como cabo, José Brandino Rosa foi elevado a sargento, e em 2000 aposentou-se como tenente.
A delegacia e o destacamento da Força Pública ficavam em prédios alugados na Praça São Roque até 1961. Em 1962, foi construído o prédio definitivo da delegacia e da cadeia pública, no local onde ficava o antigo cemitério da cidade (da Rua Floriano Peixoto até o barracão da empresa Manoel Rodrigues) dentro do Plano de Ação de Carvalho Pinto. Quando a cadeia antiga foi desativada, seus materiais foram vendidos para o fazendeiro Décio Sitta, que construiu uma casa nova em seu lugar e levou os materiais como grades, grilhões e janelas, para sua fazenda no bairro Serrinha que em 2005 pertence a Washington Pretel Angelis.
A Delegacia de Polícia e Cadeia Pública ficam na Rua Floriano Peixoto 938, ao lado onde era a Delegacia velha. Desde 2004, o delegado é João Luiz de Almeida, e em 2005 foi eleito vereador pelo Partido dos Trabalhadores.
Nos registros da repartição constam que os delegados da delegacia de polícia foram a partir de 1967 os bacharéis: João Vieira das Neves, Jaspe Pedroso, Haroldo Dutra Junior, José Francisco Chagas, Nicanor Alves Junior; Roberto Castilho no período de 1978 a 1980; Alcides Giroduti(1981/1983); Luiz Nagai (1983/1991); Sérgio Lemos de Oliveira(1991/1999) e João Luiz de Almeida (1999 a 2005).
No ano 2000 foi realizada uma pequena reforma do prédio principal, pela parte de traz da delegacia, a nova ligação Delegacia-Cadeia Pública( anexa).
Em 2005 foi feita nova reforma das instalações do prédio da Delegacia, e da Cadeia pública com a colaboração da Incospél, Olaria do Gino, Di Fratélli, Cacique Materiais de Construções S.A. que doaram os materiais, com mão de obra da Prefeitura Municipal, pois desde sua construção no Governo Janio Quadros-Carvalho Pinto, na década de sessenta, só teve pequenas reformas, como a do ano 2000.
Em 2009 é delegado regional de Taquarituba é o advogado dr. Sérgio Lemos de Oliveira e delegados adjuntos Fabiano R. de Amorim, Luis Cláudio Schimidt e  investigadores Celso Inai e Oscar Lopes.


[1] Os delegados nomeados politicamente eram conhecidos como delegados “calça curta”.

4 comentários:

  1. Paulo Luciano Campos Filho24 de março de 2010 08:33

    Por onde anda o Dr. Haroldo Dutra Junior, meu pai foi grande amigo, Paulo Luciano de Campos de Avaré, Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Prezado Paulo,
    Tive notícia de que ele foi para Santos, mas não tenho maiores informações.
    abraços,
    Norival

    ResponderExcluir
  3. Olá, sou filho dele.
    Ele está vivo, e ainda mora em Santos !!!
    Um grande abraço !

    ResponderExcluir
  4. Olá, sou filho dele.
    Ele está vivo, e ainda reside em Santos !!!
    Um grande abraço !

    ResponderExcluir