terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Taquarituba

Em 1972 participei com os voluntários holandeses Gerard Litvolt, Roland Hoppman, e Henri Genet, Marita S. e Femme Davids de um trabalho de motivação para a criação do sindicato dos agricultores e trabalhadores rurais, nos bairros dos Costas e Soares. Depois de dois anos, de 1972 a 73, foi fundado em 30 de setembro de 1973, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Taquarituba.
O sindicato funcionou provisoriamente numa casa alugada na rua Ataliba Leonel e em 2004 foi transferido para sede própria na rua 1º de dezembro 226. A segunda sede do sindicato foi inaugurada na Rua Firmino Gabriel da Luz 1231. O sindicato tinha como objetivo básico a defesa do interesses profissionais dos trabalhadores rurais e sua função principal era a elaboração de contratos coletivos de trabalho e defesa jurídica dos pequenos proprietários rurais.Foi constituída a primeira diretoria em assembléia realizada na Casa da Bondade, na Rua São Benedito 463, presidida pelo Presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de São Paulo, Roberto Tochio Horiguti, do secretário do Sindicato Rural de Avaré Francisco Benedito Rocha com a presença de 123 trabalhadores e pequenos proprietários rurais Foram eleitos presidente Sebastião Marcelino da Costa; secretário Izidóro Souza Campos; tesoureiro Francisco Soares Ferreira, e suplentes: Alcino Ribeiro França, Joaquim Miranda e conselheiros fiscais: João Pereira da Silva, Antônio Aparecido Rolim, e João Vieira da Mota.A Carta sindical foi homologada pelo ministro do Trabalho, Arnaldo Pietro, em 13 de Setembro de 1976. A primeira eleição foi em 21 e 22 de Maio de 1977, na sede na rua Av. Coronel João Quintino 624, que ali funcionou até ser adquirida a sede própria em 14 de setembro de 1979, na rua 1º de dezembro 226, e depois reformada em 1997 e 2004. Em 16 de fevereiro de 1997, foi alterada sua denominação social para Sindicato dos Trabalhadores e Empregados Rurais de Taquarituba e alterado o estatuto do sindicato para abranger os municípios de Itaí e Coronel Macedo. Diversos cursos de aperfeiçoamento foram realizados para os associados, além de contratos coletivos de trabalho com as entidades patronais.Entre os cursos, o mais técnico foi o de hidropônia realizado em 2000, com a colaboração da Casa da Agricultura, meu apoio e da Federação dos Trabalhadores Rurais da Agricultura, na sede do sindicato, com a participação de quinze associados e três engenheiros agrônomos. O Sindicato promoveu e promove vários cursos técnicos para os associados e participa das convenções coletivas com os empregadores rurais da região.
Na década de 1990 promoveu, em parceria com a Casa da Agricultura, cursos de produção de feijão e milho; de cultivo protegido (estufa) e de hidroponia. Esses cursos tiveram o apoio e colaboração da Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Estado de São Paulo (FTAESP).
A atual diretoria em 2004/5, presidente Isaac Leite; tesoureiro Therezinha Benedita de Lima; secretário Urbano Gonçalves; conselho fiscal Paulo Soares da Silva, Francisco Pires de Oliveira, e Rivelino de Oliveira Leite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário