quarta-feira, 21 de maio de 2008

Festa do Milho de 1968 - ano agrícola 1967/1968



Em março de 1966, eu, José Norival Augusti, assumi o cargo de engenheiro agrônomo regional após treinamento em Campinas por 45 dias no DATE Pré-serviço e no Cetrec (Centro de Treinamento de Campinas). A partir de então iniciei o trabalho de assistência técnica aos agricultores e incentivei a continuidade do Concurso de produtividade de Milho com a inscrição de 26 agricultores no ano agrícola de 1967/68.
Em 1968, ano agrícola 1967-68, foi realizada a 9ª Festa do Milho após a formação da Comissão Organizadora da festa e durante o desfile tradicional de produtores e suas máquinas agrícolas pelas ruas da cidade. No palanque montado em frente da Igreja Matriz de São Roque estavam presentes além do José Norival Augusti, co-promotor da Festa junto com o Prefeito Ribas F. de Oliveira e o vice Luis Ferreira Neto; os vereadores, além das autoridades convidadas, entre eles o deputado estadual Antônio Salim Curiatti; Ovídio Bastilio Tardivo (Chefe de Extensão Rural de Avaré); Valdemar Etti Araujo Fernandes (chefe do Serviço Estadual de Conservação do Solo do Departamento de Mecanização Agrícola de Avaré); Mário Amorim (chefe do Posto de Sementes de Avaré); Hydeio Aóki (eng. agro. da Ultrafértil) e  Nelson Pavan (agricultor) e Suami Castanho  (Engenheiro Agronômo do Serviço Estadual de Conservação do Solo do Departamento de Mecanização Agrícola de Avaré).
No local foram distribuídos os prêmios para os melhores produtores do ano do Concurso, doados pelas firmas comerciais e agrícolas do município, medalhas da Secretaria Estadual da Agricultura, troféus, e prêmios das empresas agropecuárias, doados para estimular o aumento da produtividade do milho. Os prêmios eram arrecadados pelo eng. agro. por meio de cartas, ofícios e visitas aos prováveis doadores.
Nesse ano agrícola o primeiro colocado no concurso, Pedro Bueno Rodrigues do Bairro do Muniz, atingiu a produtividade record estadual e brasileira de 10.040 kg/ha. O troféu "Espiga de Ouro" doado pelos comerciantes e a estátua Deusa Ceres doada pelo Banco Bradesco foram entregues definitivamente a ele, pois ele ganhou o concurso por três anos seguidos.
Após o desfile os convidados e agricultores foram ao churrasco comemorativo e à noite aconteceu o "Baile de Coroação da Rainha do Milho" no Centro Recreativo Taquaritubense na Rua Ataliba Leonel, com participação de autoridades, das concorrentes a "Rainha e Princesas" do Milho, técnicos, e políticos da região representados por deputados, prefeitos e vereadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário